Homem é preso por atear fogo em namorada grávida de 6 meses

A mulher, de 26 anos, está grávida de 6 meses e teve 60% do corpo queimado.

Por Redação Tribuna Online

O suspeito Altair Ferreira da Silva, de 41 anos (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

O suspeito Altair Ferreira da Silva, de 41 anos (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
O Site número UM em Mantena e toda região

Após jogar álcool no corpo da namorada, de 26 anos, e atear fogo nela, Altair Ferreira da Silva, de 41 anos, foi preso por agentes da Polícia Civil em um hospital, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Familiares da vítima informaram ao jornal Extra, que ela teve 60% do corpo queimado. De acordo com as autoridades, já havia um mandado de prisão preventiva contra Altair.

Continua depois da publicidade

Segundo testemunhas, no dia 16 de junho, a vítima estava no quintal de casa, no bairro Engenho, bebendo e conversando com um amigo, quando Altair chegou, expulsou o homem e inciou uma briga com ela. Após a briga, ele jogou álcool na mulher, que está grávida de 6 meses de um filho dele, e ateou fogo nela. A vítima foi levada ao hospital e, tanto ela quanto o bebê sobreviveram. O suspeito fugiu.

Foto mostra resultado da agressão sofrida pela vítima, de 26 anos (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Foto mostra resultado da agressão sofrida pela vítima, de 26 anos (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Após a mãe da mulher ir à delegacia registrar o caso, os policiais começaram uma busca pelo suspeito e o encontraram internado no hospital, por causa das queimaduras sofridas em uma das pernas, quando ateou fogo na companheira.

Em entrevista ao Extra, o delegado responsável pelo caso, Marcos Santana, afirmou que Altair vai responder por tentativa de feminicídio e tentativa de aborto provocado em terceiros.